Logo NAÏF 2012 no tema 1

Federico Herrero

[San José, 1978. Vive e trabalha em San José]

A obra de Federico Herrero é particularmente influenciada pelas tradições culturais e políticas e pela natureza fecunda de seu país natal, a Costa Rica. Seus trabalhos de colorido intenso oscilam entre a figuração e a abstração, e desafiam as categorias tradicionais da pintura. Além de pinturas sobre tela, Herrero geralmente realiza trabalhos site-specific, que misturam diversas fontes de inspiração, como as placas de rua, os grafites, as plantas tropicais, as casinhas coloridas das áreas rurais e as formas e ícones da paisagem urbana. Em 2001, Herrero recebeu o prêmio de melhor artista jovem na Bienal de Veneza. Realizou exposições individuais em inúmeros museus internacionais em países como Alemanha, Itália, Japão e Colômbia. Seu trabalho integra as coleções do Mudam, em Luxemburgo, do Museu Santander, na Espanha, do 21st Century Museum of Contemporary Art e do Hara Museum of Contemporary Art, ambos no Japão.