Logo NAÏF 2012 no tema 1

Montez Magno

[Timbaúba, 1934. Vive e trabalha em Recife]

Montez Magno iniciou sua trajetória artística no Recife, em 1954, quando ingressou na Escola de Belas Artes e passou a se dedicar aos estudos de pintura e desenho. Ainda nessa década, produziu seus primeiros trabalhos abstratos e realizou exposições individuais e coletivas em Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. No início da década de 1960, passa a residir em São Paulo e continua a expor assiduamente seu trabalho em diversas cidades do País. Nesse período, passa a explorar formas mais livres em sua pintura, com séries que oscilam entre uma linguagem mais expressiva ou de uma geometria orgânica. Passa o ano de 1964 em Madri, na Espanha, com uma bolsa do Instituto de Cultura Hispânica, realizando viagens pela Europa e participando de exposições em diversas cidades espanholas. Em 1965, de volta ao Brasil, transfere-se para o Rio de Janeiro, desenvolvendo seu trabalho em diálogo com a geração de jovens artistas ligados ao MAM-RJ. A partir daí, seu trabalho se desenvolve em diversas linhas conceituais em um longo percurso que inclui obras em diferentes mídias, como as partituras de música aleatória, os livros de artista, as instalações, os objetos, os registros de performances, além de sua produção poética, que conta com dez livros editados.